sexta-feira, 23 de maio de 2008

Veja bem, meu bem

Veja bem, meu bem
Sinto te informar
Que arranjei alguém
Pra me confortar.
Este alguém está
Quando você sai
E eu só posso crer,
Pois sem ter você
Nestes braços tais.
Veja bem, amor.
Onde está você?
Somos no papel,
Mas não no viver.
Viajar sem mim,
Me deixar assim.
Tive que arranjar
Alguém pra passar os dias ruins.
Enquanto isso,
Navegando vou sem paz.
Sem ter um porto,
Quase morto,
Sem um cais.
E eu nunca vou
Te esquecer amor,
Mas a solidão
Deixa o coração
Neste leva e traz.
Veja bem além
Destes fatos vis.
Saiba, traições
São bem mais sutis.
Se eu te troquei
Não foi por maldade.
Amor, veja bem,
Arranjei alguém
Chamado saudade....

Um comentário:

Bernardo disse...

Não sei pra quem foi, mas me atingiu em cheio.