sexta-feira, 29 de maio de 2009

Dica

Quando em BH, a toda hora, Cristovam (meu amigo e colega de pré-concurso) dizia, imitando seu avô: o que mais falta inventar?!
Virou uma máxima do final de semana.
Algo a ser dito descontraidamente, ironicamente e muitas vezes com perplexidade sim, por que não?
Afinal, compulsivamente temos nos deparado com coisas que antes nem imaginávamos... Invenções da pós-modernidade. Coisas fantásticas, ainda que dispensáveis.
E eu estava pensando nisso hoje, quando encontrei, por acaso, a comunidade do Orkut "Livros para Download".
Interessante, pensei eu - sem muita crença antes de acessar.
Mas, de repente, me deparo com livros que estudei recentemente na faculdade, disponíveis ali, 'a um passo de um click'.
Coisa mais fantástica!
Pirataria? Sim, sem dúvida.
Mas como não pensar nos milhares de brasileiros que, em decorrência de políticas do governo Lula, tiveram acesso às universidades, mas não às informações, fontes e livros que servem de base na construção do conhecimento?
É inegável o benefício que uma ação como essa, se bem disseminada e utilizada, pode trazer.


Bem, está aí a minha dica! Acessem, divulguem da maneira mais correta que pensarem.
Acho que esse pode ser um bom 'negócio' para todos. :)


Acesse aqui!

3 comentários:

Joo disse...

Eu baixo livros pela internet sempre! Não tem coisa melhor.. O duro é ler no computador, mas dependendo do livre, nem fica cara a impressão! =D

E como foi a prova, Ana?! Esqueci de perguntar no scrap..

=*

Ananda disse...

Aqui no trabalho não dá pra acessar orkut hehehe
Se for o que eu to pensando, eu conheço como "e-book". Pode até ser uma inicativa legal, livro no Brasil é mesmo muito caro (ó, tá rolando uma promoção 9,90 no submarino; tem cds tbm!), eu confesso que já fiz uso de alguns para os trabalhos da faculdade... Mas hoje, a respeito disso, a primeira coisa que eu penso é: ai minhas costas! hahaha Sem falar na minha miopia hehehe
Beijos, Ana!

Ana Elisa disse...

bom negocio pra quase todos neh, rsrs... nao pros escritores... mas voto pela democratizacao da leitura e da informacao, sempre =)